O Escudo

Moedas, selos, histórias do quotidiano e outros coleccionáveis.

quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Identificadas palavras mais antigas do idioma inglês

Segundo o Globo.com, cientistas britânicos identificaram algumas das palavras mais antigas do idioma inglês, entre as quais estão o "I" (eu), "we" (nós), "two" (dois) e "three" (três), a partir de um software que também prevê os termos que se extinguirão com mais rapidez.

Presumo que, tal como na língua inglesa, “eu” é das palavras mais antigas do idioma português. Mesmo sem a preciosa ajuda de um programa informático, tenho a sensação que outras palavras ancestrais da língua portuguesa são “meu”, “dá” e “quero”.
Quanto ao “nós”, julgo que é uma palavra mais recente e que, com excepção do léxico dos marinheiros, nunca se conseguiu impor como vocábulo de uso frequente. A sua utilização é quase residual e, muito por culpa da crise no sector das pescas, corre sérios riscos de extinção.

Segundo este software, elaborado pela Universidade de Reading, as palavras inglesas com maiores possibilidades de estar em vias de extinção, são "squeeze" (aperto), "guts" (tripas), "stick" (pau) e "bad" (mau).
Ora, no caso da língua portuguesa, estas palavras longe de estarem em extinção, são vocábulos de uso cada vez mais frequente. Não nos podemos esquecer que estamos num país onde grande das pessoas faz das tripas coração para enfrentar os apertos da vida e aonde o feroz pau do desemprego espalha bordoadas a torto e a direito.
Quanto à palavra “mau”, acho que não preciso de fazer qualquer consideração…

Bom, sei que a hora é adiantada, mas alguém me acompanha numa tripinhas à moda do Porto?

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial