O Escudo

Moedas, selos, histórias do quotidiano e outros coleccionáveis.

sexta-feira, junho 29, 2007

Discriminação capilar

Hoje, pela manhã, taciturno e de cabeça baixa, dirigi-me ao Multibanco. Na mão, um monte de contas para pagar. O rosário de todos os fins de mês. Contudo, estranhamente, algumas pessoas que comigo se cruzavam tinham um ar sorridente. Direi mesmo, que ostentavam na face uma felicidade matinal pouco habitual. Pensativo e transpirando aborrecimento por todos os poros, dirigi-me à fila da Caixa Multibanco. À minha frente, tinha apenas três pessoas. Sem qualquer tipo de intenção maldosa e quase sem dar por isso, concentrei a minha atenção na rendinha, de cor esverdeada, que de forma provocante espreitava dos jeans, de cinta hiper descida, da morena que me precedia. Nisto, o tipo que estava a utilizar a máquina virou-se para traz e sentenciou: “Afinal, o careca que saiu agora daqui estava a falar verdade! Os tipos já começaram a reembolsar o IRS!”

Depois desta boa nova, fui acometido por um fulminante ataque de ansiedade. A palpitação do meu coração era tão forte, que nem no insinuante fio dental da morena me conseguia concentrar. Quase por magia, deixei de me preocupar com as contas que tinha de pagar. Na minha cabeça apenas havia espaço para uma dúvida: “Será que o meu reembolso do IRS também já aterrou na conta bancária?”

A resposta? Querem mesmo saber a resposta? Olhem, só vos posso dizer uma coisa: “Nem todos os carecas têm a mesma sorte!”

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial